Sexta, 19 de Julho de 2024
21°C 35°C
Altamira, PA
Publicidade

'O Incra está às moscas', diz ministro do Desenvolvimento Agrário em visita a Santarém

Paulo Teixeira participou de reunião no Incra para tratar sobre a estratégia de Ordenamento e Regularização Fundiária e Ambiental na região.

26/05/2023 às 14h32
Por: Redação Xingu230 Fonte: G1
Compartilhe:
'O Incra está às moscas', diz ministro do Desenvolvimento Agrário em visita a Santarém

Em agenda no município de Santarém, oeste do Pará, nesta sexta-feira (26), o ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA), Paulo Teixeira, disse que a pasta vai reestruturar o Instituto de Colonização e Reforça Agrária (Incra) para que o órgão tenha condições de cumprir a sua função que é atender o homem do campo.

O ministro participou de reunião na sede da Superintendência Regional do Incra, em Santarém, onde tratou sobre a estratégia de Ordenamento e Regularização Fundiária e Ambiental na região, e viu de perto o sucateamento do Instituto.

"Eu vinha conversando com o deputado Henderson Pinto e a deputada Maria do Carmo e eles me contaram que o Incra foi destruído aqui. O Incra está às moscas. O Incra tem que ter internet, tem que ter barco, tem que ter carro, tem que ter servidores pra retomar sua função que é atender o agricultor aqui. Vamos reconstruir o Incra e dar a infraestrutura para ele atender esse agricultor aqui. Estamos há cinco meses no governo. Em 6 anos eles destruíram o Incra. O Pará tem 3700 assentamentos, quase 30% de todos os assentamento do Brasil. O Incra é fundamental para o Pará", disse Paulo Teixeira.

De acordo com o ministro, um dos grandes desafios da sua pasta é a regularização fundiária, e com o avanço desse processo ele acredita que será possível garantir a paz no campo.

"Com o Incra queremos regularizar as terras dos assentados e promover a pacificação no campo por meio dessa regularização fundiária", disse Paulo Teixeira.

O ministro do Desenvolvimento Agrário disse que pra ele é uma alegria voltar a Santarém, que é símbolo da agricultura familiar para o país, porque tem uma agricultura forte, e que será fortalecida com injeção de recursos do governo federal.

"O presidente Lula vai dar todos os estímulos e eu vou traduzi-los aqui para aumentar a produção de alimentos saudáveis, para que a gente tenha comida farta e de qualidade na mesa do povo brasileiro. Também temos o desafio que é o reflorestamento produtivo, precisamos aumentar as áreas de cacau, açaí, e junto com isso, promover a agroindústria, agregar valor. Vocês estão perto da Europa, dos Estados Unidos, é um mercado tão importante de exportação que precisa ser explorado", ressaltou.

Paulo Teixeira disse ainda que outro foco do ministério do Desenvolvimento Agrário são as compras públicas. A Conab foi vinculada à pasta e junto com ela o PAA, para comprar alimentos da agricultura familiar, e assim garantir segurança alimentar às pessoas em situação de vulnerabilidade.

"Queremos garantir assistência técnica e vamos chamar as universidades e dizer pra elas, olha vocês têm que fazer extensão rural e junto com a Embrapa ajudar o produtor a melhorar a sua produção. Tem produtores de leite aqui, e devargazinho tem que ter cooperativa pra produzir queijo, manteiga e iogurte e vender para a merenda escolar e o PAA, e ganhar mercado", pontuou.

Sobre crédito para alavancar a produção da agricultura familiar e dos pequenos produtores, o ministro Paulo Teixeira lembrou que o governo federal vai lançar o plano safra. Quem produzir alimentos vai ter um juro menor, assim como, quem tiver reflorestamento produtivo

"Se o sujeito tiver plantação de açaí vai ter juros mais baixos. Mulheres e jovens que estejam na agricultura terão juros mais baixos, assim como pequenas agroindústrias", finalizou.

Além da reunião na Superintendência do Incra no Oeste do Patá, o ministro Paulo Teixeira, participa de reunião às 14h no auditório da Universidade Federal do oeste do Pará (Ufopa), movimentos sociais e instituições para escuta de demandas.

NO sábado, o ministro e comitiva visitam a Aldeia Kumaruara Vista Alegre do Capixauã, na região da Reserva Extrativista Tapajós Arapiuns, e encerra a agenda com visita a Alter do Chão.

Por: G1 Pará 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Santarém - PA
Sobre o município
Santarém é um município brasileiro do estado do Pará, pertencente à mesorregião do Baixo Amazonas e a microrregião de mesmo nome. Foi fundado em 22 de junho de 1661 e emancipado em 14 de março de 1758. Possui um área total de 17 898 km² e sua população, estimada pelo IBGE em 2021, era de 308 339 habitantes.
Ver notícias
Altamira, PA
21°
Tempo limpo

Mín. 21° Máx. 35°

21° Sensação
0.11km/h Vento
72% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h36 Nascer do sol
06h33 Pôr do sol
Sáb 34° 21°
Dom 34° 21°
Seg 34° 21°
Ter 36° 21°
Qua 34° 21°
Atualizado às 04h01
Economia
Dólar
R$ 5,54 -0,08%
Euro
R$ 6,04 -0,08%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,71%
Bitcoin
R$ 375,201,22 +0,02%
Ibovespa
127,652,06 pts -1.39%