Domingo, 24 de Outubro de 2021
93 991516680
Geral Pará

Estado lança Programa Qualifica Saúde para fomentar ensino, pesquisa e extensão no Pará

Uma das metas do governo estadual é estimular profissionais de saúde a trabalhar na capital e também no interior do Pará

14/10/2021 19h50
22
Por: Redação Xingu230 Fonte: Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

Com o objetivo de fomentar as atividades de pesquisa, ensino e extensão em saúde nas instituições de ensino paraense, bem como qualificar profissionais da área, o Governo do Pará lançou nesta quinta-feira (14), no Palácio do Governo, em Belém, o Programa Estadual de Incentivo à Qualificação de Profissionais de Saúde - “Qualifica Saúde”. 

"Nós desejamos impulsionar e estimular os nossos residentes e professores para que possam estar motivados, fidelizá-los, para que, com esta mão de obra aqui no Pará, possamos estar estimulando médicos e profissionais da saúde a trabalharem na capital e no interior. E, no interior do Estado, as pessoas possam ter confiança nos profissionais de saúde que estarão ali para salvar vidas", ressaltou o governador Helder Barbalho, durante o lançamento do programa.

O chefe do Executivo Estadual parabenizou ainda os profissionais da saúde pelo combate à pandemia de Covid-19. "Vocês foram guerreiros, e nada mais justo que o Estado passe a oferecer essa qualificação", reiterou o governador.

Parceria- O “Qualifica Saúde” será desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e Universidade do Estado do Pará (Uepa), qualificando e valorizando profissionais de saúde que atuam no Pará, a fim de fortalecer o atendimento em média e alta complexidade, e incentivar as atividades de ensino, pesquisa e extensão dos programas de residência médica e/ou programas equivalentes de especialização médica, residência multiprofissional e residência uniprofissional em saúde.

"Hoje é um dia importante para a saúde pública do Pará. O ‘Qualifica Saúde’ foi um programa que procuramos fazer desde minha entrada na Sespa para qualificar os profissionais que já estavam na linha de frente da Covid-19, como também aqueles que viriam a se formar. Começamos por uma tratativa até chegar a uma concepção junto à Uepa. Depois ele foi desenhado e formatado pelo Governo. Esse programa é o reconhecimento do Estado para todos aqueles que fazem a saúde pública do Pará, a todos que estão no combate à pandemia há mais de um ano e meio. Então, gostaria de agradecer a todos que estiveram envolvidos no projeto e ao governador Helder Barbalho pela iniciativa", pontou o secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho.

De forma prática, são instrumentos do programa a concessão de bolsa de incentivo aos preceptores que desenvolvam suas atividades em programas de residência médica e/ou programas equivalentes de especialização médica, programas de residência multiprofissional em saúde e programas de residência uniprofissional em saúde, e de bolsa complementar aos profissionais da saúde vinculados aos programas de residência médica e/ ou programas equivalentes de especialização médica, programas de residência multiprofissional em saúde e programas de residência uniprofissional em saúde.

“Este programa é um grande marco para o avanço da residência em nosso Estado. Isso vai fazer com que superemos um grande problema de qualificação no Pará. Vai facilitar a entrada de médicos no interior do Estado. O ‘Qualifica Saúde’ representa um grande passo que estamos dando rumo a processos maiores. Então, gostaria de agradecer a todo o esforço do Governo, à Sespa e outras entidades envolvidas, para fortalecer esse laço e levar serviços de saúde aos que mais precisam nesse Estado, que são as pessoas do interior", destacou Clay Chagas, reitor da Uepa. 

Projeto- Aprovado pela Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) em setembro deste ano, a proposição do governo estadual ressalta o incentivo às atividades de pesquisa, ensino e extensão em saúde, bem como à qualificação dos profissionais de saúde, principalmente no atual contexto da pandemia de Covid-19, em que o fortalecimento da ciência é necessidade premente. A Lei n° 9.319, que institui o Programa, foi sancionada pelo governador e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) em 30 de setembro.

O Governo do Pará vai pagar bolsa complementar de R$ 3.000,00 para preceptores e R$ 1.500,00 para residentes, com o objetivo de estimular o ensino e a formação dos profissionais de saúde da região. O edital com as informações sobre o projeto será lançado em breve para a primeira turma, que já está em andamento. Entre janeiro e fevereiro de 2021 será aberto um segundo edital para a turma que entrará no mês de março de 2021.

Por Bruno Magno (CPH)
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.