AbasteceAki 01
Norte Energia
Queimadas

Bombeiros atuam no combate a novo foco de incêndio na região de Santarém

Segundo informações do comandante da corporação, Hayman Souza, o novo foco é em uma ilha próxima a Ponta de Pedras.

16/09/2019 10h43Atualizado há 3 meses
Por: Karina Pinto
Fonte: Agência Pará
1.306
Cerca de 100 militares, brigadistas e homens do Exército atuam na região para combater as chamas / Foto: Ascom CBMPA
Cerca de 100 militares, brigadistas e homens do Exército atuam na região para combater as chamas / Foto: Ascom CBMPA

Um novo foco de incêndio foi identificado pela equipe do Corpo de Bombeiros na região de Santarém, neste domingo (15). Cerca de 100 militares, brigadistas e homens do Exército atuam na região para combater as chamas. Um outro foco já havia sido controlado e atingiu uma área de mata conhecida como Capadócia, que fica entre a localidade de Ponta de Pedras e a vila de Alter do Chão.

Segundo informações do comandante da corporação, Hayman Souza, o novo foco é em uma ilha próxima a Ponta de Pedras. O local é de mata fechada e difícil acesso. Por estar perto do rio, o vento atrapalha o trabalho dos agentes, já que facilita que as chamas se espalhem. No local não há sinal de telefone celular, o que também prejudica a comunicação e o trabalho das equipes.

Chamas – O primeiro foco começou no sábado (14) e avançou para a rodovia Everaldo Martins e foi controlado. Equipes do Corpo de Bombeiros foram deslocadas para a área. Militares que estavam de folga foram acionados para ajudar no trabalho. A ação ao longo do ramal teve como objetivo evitar que o fogo se propagasse para a comunidade de Ponta de Pedras. O problema maior é o clima seco, já que não chove na região há bastante tempo.

  • Bombeiros atuam no combate a novo foco de incêndio na região de Santarém
  • Bombeiros atuam no combate a novo foco de incêndio na região de Santarém
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários