Segunda, 21 de Junho de 2021 07:13
93 991516680
Geral Pará

Semana da Enfermagem do Abelardo Santos encerra com Banda de Música da PM

Numa festa intimista e emocionante, o Hospital Regional Abelardo Santos (HRAS), localizado no distrito de Icoaraci, em Belém, encerrou, na manhã desta sexta-feira (14), a Semana da Enfermagem, ao som da Banda de Música da Polícia Militar do...

15/05/2021 15h40
26
Por: Redação Xingu230 Fonte: Secom Pará

Numa festa intimista e emocionante, o Hospital Regional Abelardo Santos (HRAS), localizado no distrito de Icoaraci, em Belém, encerrou, na manhã desta sexta-feira (14), a Semana da Enfermagem, ao som da Banda de Música da Polícia Militar do Pará. Em cinco dias de programação, os quase 800 profissionais do setor lotados na instituição, participaram de palestras, workshops, cursos e oficinas.

A ação foi também um agradecimento da corporação e do Hospital, aos cuidados que os trabalhadores vêm desempenhando na assistência à saúde, sobretudo, durante o período pandêmico. A dedicação  ao próximo, foi homenageada com um repertório eclético que levou às lágrimas enfermeiros, técnicos, assistentes e a toda a equipe laboral do Abelardo Santos, uma das instituições  hospitalares protagonistas no enfrentamento ao novo coronavírus no Pará.

“Esse momento faz a gente refletir sobre a profissão, e mais ainda, sobre a vida. Todos têm o dever de ajudar ao próximo, e quando se trata de enfermeiro, essa missão se reforça, porque cuidamos do ‘amor de uma pessoa’, da saúde, do bem-estar de alguém”, afirmou a enfermeira Anny Segovia.  
 
Emocionada, a enfermeira relembra os momentos em que trabalhou na linha de frente durante os dois picos da pandemia. “Foram dias e noites longas, as mais longas durante os nove anos da minha profissão. Estávamos diante do novo, do desconhecido e devastador vírus. Em casa, éramos também sugados, pois quando somos da saúde, viramos referência na família, no contexto doméstico. Cada vida que foi salva era uma comemoração, cada pessoa que perdíamos era um choro, um sentimento de impotência. Hoje, recebendo tanto carinho da sociedade, nos sentimos abraçados, acolhidos e com a sensação de dever cumprido”, agradeceu Segovia.
 
Homenagens
 
Os militares apresentaram um repertório com músicas regionais e canções de diversos estilos e ritmos. O subtenente Jorge Freitas, regente da Banda de Música da Polícia Militar, destacou a importância da música para o ser humano. “Estamos aqui para prestar um agradecimento aos profissionais que são incansáveis no cuidar. A música é uma forma de agradecimento. Ela aquece os nossos corações, assim, através dela, reconhecemos a importância das pessoas e de quem nós amamos. Nosso objetivo é dizer obrigada em forma de canção, que mexe com o corpo e a alma”, frisou o militar. 
 
O diretor executivo do Hospital Abelardo Santos, Marcos Silveira, destacou a importância do enfermeiro, técnicos e auxiliares de Enfermagem na promoção da saúde e do bem-estar dos pacientes. “Desejamos que a musicalidade traga força e alento aos nossos profissionais que estão cuidando de pessoas em 340 leitos deste hospital. Essa programação é uma forma de agradecer a esse time de guerreiros e de anjos que são incansáveis no dia a dia no atendimento e na assistência”, agradeceu.

O secretário de Saúde do Pará, Romulo Rodovalho, também homenageou a categoria. “Os profissionais da enfermagem sempre tiveram destaque no atendimento à saúde pública e privada. Com a pandemia da Covid-19, esse protagonismo ganhou mais destaque e necessidade. Hoje, as ações voltadas a estes profissionais são o mínimo que o Estado pode fazer para dizer o quanto a sociedade é grata por tanto cuidado que a enfermagem está desempenhando com o próximo. As homenagens feitas no Hospital Abelardo Santos, são, ainda, para trazer o conforto e o acolhimento a eles”,

Programação-  A Semana Brasileira de Enfermagem é celebrada anualmente, de 12 a 20 de maio, datas que marcam, respectivamente, em 1820 e 1880, o nascimento de Florence Nightingale e o falecimento de Ana Neri. Este ano, no Abelardo Santos, o período foi marcado por palestras motivacionais, educativas e preparatórias. Os cerca de 800 profissionais participaram, ainda, de rodas de conversas e oficinas de atividades, criadas exclusivamente para eles.

 


Por: Roberta Paraense (Ascom/HRAS)

Por Governo do Pará (SECOM)
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.