Sábado, 16 de Janeiro de 2021 04:46
93 991516680
Cidades Zona Rural

Brasil Novo: pais de alunos denunciam falhas no cumprimento do calendário escolar

A secretária de educação de Brasil Novo Marinete da Penha Mardegan informou que não vai comentar sobre o assunto e que aguarda apenas a decisão da justiça. “O que o Ministério Público decidir a SEMED cumprira” disse a secretária.

26/08/2019 11h37 Atualizada há 1 ano
639
Por: Redação Xingu230
Foto: Sidalécio Souza
Foto: Sidalécio Souza

Na manhã desta segunda-feira (26) pais de alunos do travessão da 20 zona rural de Brasil Novo estiveram no Ministério Público Estadual/Promotoria de Justiça pedindo agilidade no processo que questiona a Prefeitura de Brasil Novo através da Secretaria de Educação quanto ao descumprimento dos 200 dias letivos na escola do referido travessão. Os pais estão preocupados com a aprendizagem de seus filhos que de acordo com eles já está prejudicado. Outra preocupação é quanto ao transporte escolar que não tem horário certo para conduzir os alunos tanto na ida para escola quanto na volta para seus lares.

O Ministério Público Estadual e Câmara de Vereadores há um bom tempo vem sendo provocados pelos pais de alunos para que tomem as medidas necessárias para evitar a chamada evasão escolar e até mesmo o abandono por parte dos alunos. Nesta semana os pais de crianças, adolescentes e jovens estudantes da escola Santa Terezinha chegaram a se reunir na câmara de vereadores com o professor e parlamentar, Walter Soares que tem conhecimento sobre o assunto e que já vem debatendo sobre a “demanda”, quem também ouviu os moradores foi o advogado e assessor jurídico da câmara Dr° Junior Cunha.

A secretária de educação de Brasil Novo Marinete da Penha Mardegan informou que não vai comentar sobre o assunto e que aguarda apenas a decisão da justiça. “O que o Ministério Público decidir a SEMED cumprira” disse a secretária.

OUTRO CASO:

A educação de Brasil Novo no Pará não é a única que foi parar na justiça por conta de “descumprimento de carga horaria”. Recentemente em Breves a justiça por meio de uma Ação Civil Pública, determinou à Secretaria Municipal de Educação de Breves (Semed) que cumpra o ano letivo de 2018 e 2019. Em fevereiro deste ano, servidores da educação do município entraram em greve por atraso salarial.

O que não é o caso de Brasil Novo, mas, com a ordem por lá, a Semed deverá cumprir os 200 dias letivos e 800 horas-aula de 2018, sob pena de multa diária de R$ 10 mil pelo não cumprimento. Além disso, determina que os direitos dos alunos sejam atendidos, como merenda de qualidade e transporte escolar. A Justiça também ordena que a secretaria elabore o calendário letivo de 2019 de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).

Dentro do prazo de 24h após a intimação, os alunos deverão ter transporte escolar para todas as instituições de ensino urbanas e rurais. Além disso, deverão ser entregues aos estudantes, diariamente, merenda escolar de qualidade.

Por Sidalécio Souza

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Altamira - PA
Atualizado às 04h29 - Fonte: Climatempo
23°
Muitas nuvens

Mín. 22° Máx. 33°

23° Sensação
10.8 km/h Vento
80.6% Umidade do ar
90% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (17/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Segunda (18/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio