Domingo, 26 de Setembro de 2021
33°

Nuvens esparsas

Altamira - PA

Saúde Saúde

Ministério autoriza uso de todas vacinas disponíveis para 1ª dose 

Estados e Municípios poderão aplicar imunizantes reservadas para 2ª dose, devido ao aumento de produção do Butantan e da Fiocruz

21/03/2021 às 16h30 Atualizada em 22/03/2021 às 14h32
Por: Redação Xingu230 Fonte: R7
Compartilhe:
Uso de doses armazenadas vai acelerar vacinação do Brasil - (Foto: João Nogueira/Futura Press/Estadão Conteúdo - 20.3.2021)
Uso de doses armazenadas vai acelerar vacinação do Brasil - (Foto: João Nogueira/Futura Press/Estadão Conteúdo - 20.3.2021)

O Ministério da Saúde autorizou na tarde deste domingo (21), que todas as vacinas disponíveis sejam aplicadas na primeira dose, inclusive as que estão armazenadas nos Estados e Municípios para reforço já devem ser usadas. 

No último sábado, o ministro Eduardo Panzuello tinha autorizado uso para a primeira dose somento do lote de 5 milhões de imunizantes, que está sendo distribuindo desde hoje.

De acordo com o comunicado do Ministério, a antecipação foi possível devido à confirmação de novas entregas do Instituto Butantan, produtor da CoronaVac, e da Fiocruz, responsável pela Oxford. As duas instituições acelaram a produção, após confirmação da chegada de matéria-prima (IFA) da China. 

As decisões têm o objetivo de acelerar a vacinação no Brasil, considerada lenta por especialistas e médicos brasileiros. "Com a liberação para aplicação de imediato de todo o estoque de vacinas guardadas nas secretarias municipais, vamos conseguir dobrar a aplicação esta semana, imunizando uma grande quantidade da população brasileira, salvando e protegendo mais vidas” afirmou o ministro Pazuello.

O Brasil está com 11,9 milhões de infectados, 292.752 mortos e quase 12 milhões de pessoas receberam a primeira dose de vacina. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Veja também