Terça, 02 de Março de 2021 07:03
93 991516680
Altamira Leitos ocupados

Região do Xingu chegou a atingir 100% de ocupação nos leitos de UTI para Covid-19, aponta Sespa

No final da tarde desta quinta (21), a Sespa atualizou os dados do portal de monitoramento, informando que a região do Xingu agora possui 52% dos leitos clínicos e 90% dos leitos de UTI ocupados.

21/01/2021 19h33
837
Por: Redação Xingu 230 Fonte: G1 Pará
Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira — Foto: Pró-Saúde
Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira — Foto: Pró-Saúde

A região do Xingu, que compreende os municípios do sudoeste do estado, está com 100% dos leitos de UTI exclusivos para a Covid-19 ocupados nesta quinta-feira (21). De acordo com a Secretaria de Saúde do Pará (Sespa) todos os 10 leitos de UTI da região estão lotados. Dados da plataforma de monitoramento da Sespa também revelam que a taxa de ocupação dos leitos clínicos está em 56% na localidade.

No final da tarde desta quinta (21), a Sespa atualizou os dados do portal de monitoramento, informando que a região do Xingu agora possui 52% dos leitos clínicos e 90% dos leitos de UTI ocupados. A atualização foi feita por volta das 17h20 da tarde.

De acordo com o governo do Pará, apenas um hospital público estadual possui leitos de UTI para atender a região: o Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira. Além dele, o Hospital Geral de Altamira também recebe pacientes, mas apenas em leitos clínicos.

Segundo a Sespa, a região do Xingu compreende os municípios de Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu. Segundo dados do IBGE, cerca de 350 mil pessoas vivem na região.

Na média geral do estado - somando todas as regiões do Pará -, a porcentagem de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 é de 65.03%. Já os de enfermaria estão 46,05% ocupados.

O G1 solicitou nota à Sespa sobre a taxa de ocupação, mas até a última atualização dessa reportagem não obteve retorno.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.