Domingo, 24 de Janeiro de 2021 05:53
93 991516680
Pará Feminicídio

Aumentam os casos de feminicídio e de outras violências domésticas contra as mulheres no Pará

Movimento feminista vê na educação de homens e mulheres uma perspectiva de assegurar ao gênero feminino liberdade e autonomia para o auto-desenvolvimento

26/11/2020 15h32
191
Por: Redação Xingu 230 Fonte: Agência Pará
A acadêmica de Ciências Sociais, Débora Martins, de Igarapé-Açu, pesquisa sobre o trabalho doméstico de mulheres em Castanhal
A acadêmica de Ciências Sociais, Débora Martins, de Igarapé-Açu, pesquisa sobre o trabalho doméstico de mulheres em Castanhal

No Pará, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (Segup), de janeiro a outubro de 2020, foram registrados 58 casos de feminicídio, enquanto, no mesmo período, em 2019, houve 38 ocorrências. O aumento no número de mortes de mulheres no período da pandemia de Covid-19 é um alerta ao Estado e à sociedade.

Em todo o Estado, de janeiro a setembro de 2020, foram registradas pela Segup mais de 2 mil ameaças contra mulheres, 473 casos de estupro e 7,8 mil casos de lesão corporal.

Neste mesmo período, mais de 100 casos de assédio sexual contra a mulher foram registrados em todo o Estado, enquanto, em 2019, foram contabilizados 29 casos.

A importunação sexual contra a mulher no Pará também registrou aumento. De janeiro a setembro de 2020, 350 casos foram denunciados. No mesmo período, em 2019, 157 casos foram registrados.

No que se refere aos crimes de honra e à cultura de desacreditar a fala da mulher, foram registrados, de janeiro a setembro de 2020, mais de 1,6 mil casos de calúnia contra mulher; 2,7 mil casos de difamação e nove mil casos de injúria, relacionados à violência doméstica, em todo o Estado.

As violências contra a mulher podem ser físicas, psicológicas, morais, sexuais e patrimoniais, conforme a Lei Maria da Penha, nº 11.340.  Para combater essa realidade, a campanha internacional ‘16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher’, iniciada nesta quarta-feira (25), busca provocar a reflexão da sociedade sobre os abusos vividos por muitas mulheres em todo o mundo.

DENÚNCIA

Qualquer pessoa pode enviar mensagens para o WhatsApp do Disque Denúncia (91) 98115-9181, ligar para 181 ou acionar o Centro Integrado de Operações (Ciop), via 190, para denunciar crimes e outras formas de violência contra a mulher.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira - PA
Atualizado às 05h43 - Fonte: Climatempo
23°
Pancada de chuva

Mín. 23° Máx. 31°

23° Sensação
9.5 km/h Vento
84.3% Umidade do ar
90% (25mm) Chance de chuva
Amanhã (25/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva
Terça (26/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio