Segunda, 26 de Outubro de 2020 19:14
93 991516680
Cidades Poder Judiciário

Foi inaugurada em Vitória do Xingu a 113ª Comarca do Estado do Pará

O edifício foi inaugurado na última terça-feira, 06 de outubro.

12/10/2020 11h08
77
Por: Redação Xingu 230 Fonte: A Voz do Xingu
Foi inaugurada em Vitória do Xingu a 113ª Comarca do Estado do Pará

O município de Vitória do Xingu, no sudoeste do Pará, agora conta com uma sede própria do Poder Judiciário, tornando-se a 113ª Comarca do Estado do Pará.

O edifício foi inaugurado na última terça-feira, 06 de outubro, e contou com a presença do presidente do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), desembargador Leonardo de Noronha Tavares, defensores públicos, autoridades locais e do juiz titular da Comarca, Dr. Enio Maia.

“Eu já conheço a região, já trabalhei em Altamira. Trabalho hoje em Senador José Porfírio. Então já conheço a realidade local aqui dessa região do rio Xingu. É um desafio muito grande e hoje é uma grande festa pro cidadão de Vitória do Xingu. Porque a inauguração desse Fórum é o acesso a Justiça em seu grau máximo. O cidadão de Vitória do Xingu não necessita mais se deslocar até a cidade de Altamira para resolver suas questões judiciarias. Tudo vai ser resolvido localmente com um juiz, um promotor local, dentro da cidade de Vitória do Xingu, facilitando esse acesso do cidadão ao Poder Judiciário”, frisou o Juiz.

O novo Fórum vai abrigar a Vara Única da Comarca de Vitória do Xingu, com competência Cível e Empresarial e Criminal, que teve a sua Resolução de instalação aprovada na sessão do Tribunal Pleno do TJPA, na quarta-feira, 30 de setembro, sob relatoria da desembargadora Maria de Nazaré Gouveia. A Vara Única foi criada pela Lei Estadual nº. 7.734, de 20 de setembro de 2013, com o objetivo de atender as demandas judiciais ocorridas pela implantação da Usina Hidrelétrica Belo Monte, fato que gerou crescimento populacional da região e, consequentemente, aumento dos litígios.

O edifício foi projetado pela Secretaria de Engenharia e Arquitetura do TJPA para abrigar até duas varas e está setorizado para receber o sistema de Justiça. O espaço conta com estrutura judiciária, composta por secretaria, assessoria, gabinete, sala de audiências, espera e arquivo. Também dispõe de áreas para o setor administrativo e de atendimento ao público, com recepção, protocolo, Unidade de Arrecadação Judiciária (Unaj), secretaria administrativa, sala dos oficiais de justiça, sala de informática, som e monitoramento, vestiário de serviço, banheiros (público e de funcionários) e copa.

O Salão do Júri tem a capacidade de 31 lugares, com sala de reunião do Conselho de Sentença e salas de testemunhas, além de depósito de bens apreendidos com área reservada para armas. A carceragem do prédio tem celas separadas para homens e mulheres e custódia para jovens masculina e feminina, além de sala de reconhecimento. Todas as instalações serão adequadas às pessoas com deficiência.

Processos

Estudo realizado pela Coordenadoria de Estatística demonstra expressivo acervo processual relacionado ao então Termo de Vitória do Xingu, que será transformado em Comarca, em trâmite sob a jurisdição da Comarca de Altamira, que aponta para uma das Comarcas com número processual mais elevados do Judiciário paraense, sem falar na sua imensa dimensão territorial. Em casos novos, a Comarca de Altamira respondeu, em 2019, por 66,24% de toda a demanda processual da 14ª Região Judiciária, também formada pelos municípios de Brasil Novo, Medicilândia, Placas, Porto de Moz, Senador José Porfírio e Uruará.

O acervo processual de Altamira corresponde a quase 60% do acervo da região atualmente, seguido de Uruará, com 18%, aproximadamente. Do total de processos em tramitação em Altamira, 1.688 são ações com origem no município de Vitória do Xingu. Essa quantidade de processos equivale a 7% do acervo da Comarca. Após a sua entrada em funcionamento, a Comarca de Vitória do Xingu vai responder por aproximadamente 4% do acervo da 14ª Região Judiciária, volume superior ao da Comarca de Senador José Porfírio, por exemplo.

De acordo com o estudo, a demanda por serviços do Poder Judiciário no município de Vitória do Xingu tende a aumentar por conta da migração, influenciada pelas obras que ocorreram para a construção da Usina de Belo Monte bem como pelo crescimento econômico posterior (o município já possui o maior Produto Interno Bruto da região), que atrai mais empresas prestadoras de serviços para a localidade.

A população de Vitória do Xingu foi a que apresentou o 5º maior crescimento nos últimos dez anos (12,68%) na 14ª Região Judiciária, e somou, em 2019, o quantitativo de 15.134 habitantes. O crescimento populacional foi de 12,68% no período de 2010 a 2019. Placas e Porto de Moz foram os municípios que apresentaram maiores crescimentos.

A Voz do Xingu com informações do site TJPA

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Altamira - PA
Atualizado às 18h55 - Fonte: Climatempo
33°
Poucas nuvens

Mín. 23° Máx. 34°

37° Sensação
9.5 km/h Vento
65.6% Umidade do ar
83% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (27/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quarta (28/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 35°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio