Quarta, 26 de Janeiro de 2022
93 991516680
Pará Baleia morre

Baleia encalha e morre no rio Amazonas, no Pará

Moradores locais e equipes técnicas tentaram manter cetáceo molhado para que ele sobrevivesse até conseguir desencalhar. Animal encalhou no início da tarde em Chaves, na Ilha do Marajó.

31/12/2021 14h54
1.560
Por: Redação Xingu230 Fonte: G1 Pará
Baleia encalha e morre no rio Amazonas, no Pará

Uma baleia da espécie Fin encalhou no Rio Amazonas entre duas ilhas do arquipélago do Marajó, norte do Pará, nesta quinta-feira (30). O cetáceo não resistiu e acabou morrendo no fim da tarde, segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Chaves (Semma), cidade próxima ao ocorrido.

O animal encalhou por volta das 14h . Moradores locais, juntamente com equipes da Semma de Chaves e da prefeitura de Afuá tentam manter o animal molhado enquanto a maré estava baixa. A expectativa é que ela subisse e a baleia conseguisse voltar para o Oceano ainda na noite desta quinta (30).

A baleia morreu pouco antes das 19h, confirmou o secretário de meio ambiente de Chaves, Evandro CunhaEle chegou a informar ao g1 que a baleia era da espécie jubarte, no entanto, corrigiu a informação mais tarde, informando que a baleia é da espécie Fin, com cerca de 16 metros de comprimento.

 

O peso, idade e as condições de saúde do animal ainda são avaliadas, assim como o local onde deve ser colocado o corpo do cetáceo.

Conforme apontou a Semma, o encalhe ocorreu entre as ilhas Caviana e Camaleão, a cerca de 22 quilômetros da sede de Chaves, por conta da maré baixa do rio Amazonas, em um trecho que passa pelo município. A suspeita é que o animal já estivesse debilitado quando encalhou.

“Ela é uma espécie que todo ano há uma migração para as águas quentes, para que elas possam parir. Como a foz daqui fica muito próxima ao oceano Atlântico, é comum elas se perderem nas correntes. O rio Amazonas é um rio grande e consegue sugar essas baleias para dentro, quando elas chegam no rio, percebem que se perderam do grupo de outras baleias e ficam à deriva”, explicou Evandro.

Segundo ele, as operações de resgate envolveram tentar manter o cetáceo de 16,5 metros vivo para devolvê-lo ao oceano Atlântico. Agora, as equipes seguem no local e na sexta-feira (31) devem definir o destino do corpo da baleia.

De acordo com Suzi Machado, moradora da ilha Caviana, bombeiros da cidade de Afuá também estiveram no local para cavar a areia onde a baleia encalhou. Ela falou sobre o sofrimento da baleia ainda quando ela estava vida: “Ela está muito debilitada e já pegou muito sol. Ao tocar nela, a pele se desfaz. Ela está muito magra, mas estão jogando água desde o momento em que ela encalhou”, descreveu Suzi.

Conforme o secretário, esta é a segunda vez em 2021 que uma baleia encalha na região. A primeira ocorrência deste ano foi em fevereiro, com a espécie conhecida como ‘baleia-de-minke’, que também morreu no local.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Altamira - PA
Atualizado às 11h25 - Fonte: Climatempo
29°
Nuvens esparsas

Mín. 23° Máx. 32°

33° Sensação
6 km/h Vento
75% Umidade do ar
67% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (27/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (28/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 28°

Sol com muitas nuvens e chuva
Anúncio
Anúncio
Anúncio