Domingo, 27 de Setembro de 2020 12:40
93 991516680
Saúde Vacinação sarampo

Faixa etária entre 20 e 49 anos é prioridade na vacinação em massa contra sarampo

O Pará possui mais de 60% dos casos registrados em todo o País

14/08/2020 17h02 Atualizada há 1 mês
328
Por: Redação Xingu 230 Fonte: Agência Pará
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) alerta que a população, principalmente aqueles entre 20 e 49 anos de idade, deve procurar as unidades básicas de saúde dos municípios para se vacinar contra o sarampo. A doença voltou a registrar altos índices e segundo o balanço feito entre 1º de janeiro e 3 de agosto deste ano, o Pará possui 4.983 casos confirmados de sarampo, mais de 60% dos casos registrados em todo o País. Houve no total 7.577 casos notificados, 3 óbitos e 64 casos em investigação.

A maior parte dos casos confirmados está entre pessoas de 15 a 39 anos (63%), ou seja, uma parte ativa da população, que pelas tarefas do dia a dia, como trabalho e estudos, deixa de buscar a vacinação e se expõe à doença, além de também ser a responsável por levar o vírus para os outros grupos etários. Um dos grandes problemas do sarampo é que ele pode ser ainda mais letal para crianças de até 1 ano de idade, já que a doença se torna mais grave, deixa sequelas e pode levar ao óbito. 

A Sala de Situação montada para monitorar o sarampo em todo o estado continua ativa e tem ajudado a monitorar o comportamento da doença, além de propor soluções técnicas para combater o surgimento de novos casos. “Isso tem feito com que a gente consiga mapear o problema e intervir nas situações”, completa Denílson Feitosa, Diretor de Vigilância em Saúde da Sespa. 

Os municípios com maior número de casos são Belém (1.449), Ananindeua (939), Breves (260), Marituba (246) e Abaetetuba (251). Os números apontam que a Região Metropolitana de Belém é a que apresenta o maior número de casos confirmados de sarampo em todo o Pará. Em seguida, aparecem as regiões do Tocantins, Metropolitana III, Marajó II e Carajás.

IMUNIZAÇÃO

Para evitar que a doença chegue a mais cidades paraenses, haverá vacinação em massa entre 24 de agosto e 23 de setembro, com varredura nos municípios prioritários que concentram a maioria dos casos. O objetivo é intensificar a vacinação contra o sarampo e assim interromper a circulação do vírus. A ação, organizada pela Sespa, será feita em conjunto com os municípios e em parceria com a Organização Panamericana de Saúde, a OPAS, e o Ministério da Saúde.

“Nós orientamos que a população busque a vacinação. A vacina tríplice-viral, que contempla o sarampo, está disponível e faz parte do calendário vacinal.”, orienta Denilson Feitosa. 

É importante que quem não tomou as duas doses procure os postos para regularizar o esquema vacinal, porém quem tem entre 20 e 49 anos deve se vacinar imediatamente, independente de doença ou vacinação prévia.

SINTOMAS

O sarampo é uma doença transmitida por secreções, como gotículas eliminadas pelo espirro ou pela tosse. Os sintomas da doença são, necessariamente, febre e exantema, ou seja, erupções avermelhadas espalhadas por toda a pele, podendo também apresentar tosse, conjuntivite ou coriza. No caso do aparecimento de qualquer um desses sintomas, a recomendação é procurar imediatamente um serviço de saúde. 

VACINA

A vacina é a forma mais eficaz de evitar o sarampo e neste momento todos os 144 municípios do Estado estão abastecidos com a tríplice-viral. Neste momento o mais importante é interromper a cadeia de transmissão da doença, por isso mesmo quem não faz parte do público-alvo da campanha deve procurar um posto de vacinação.

O sarampo é uma doença de notificação compulsória imediata, ou seja, o serviço de saúde que atende o paciente com suspeita da doença precisa notificar a secretaria de saúde municipal em até 24 horas. A investigação se faz necessária, pois é preciso fazer o bloqueio vacinal em pessoas próximas ao paciente em até 72 horas após a notificação.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira - PA
Atualizado às 12h33 - Fonte: Climatempo
32°
Pancada de chuva

Mín. 23° Máx. 34°

32° Sensação
8.2 km/h Vento
41.2% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (28/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 35°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (29/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 35°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio