Quarta, 12 de Agosto de 2020 23:01
93 991516680
Saúde Sarampo

Líder de mortes por sarampo, Pará destaca-se entre casos no País: número é 8 vezes maior que em 2019

Campanha de vacinação segue até 30 de agosto e quer imunizar 3,48 milhões de pessoas no Brasil

07/07/2020 16h33
96
Por: Redação Xingu 230 Fonte: O Liberal
Foto: Reginaldo Prado
Foto: Reginaldo Prado

O Pará é o estado brasileiro que mais se destaca nos casos de sarampo no País, com 1.615 casos confirmados, de acordo com o último Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado em junho deste ano, quando o Brasil somava 3.629 casos confirmados e quatro mortes - sendo duas delas no Pará. Os outros dois únicos óbitos foram registrados no Rio de Janeiro e em São Paulo. O Pará não registrava casos de sarampo desde três os únicos confirmados ainda em 2010. A doença voltou a aparecer no Estado em 2018.

Pará e três estados somam 96,7% dos casos

​Além do Pará, ainda de acordo com o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina concentram o maior número de casos, totalizando 96,7% (3.509) registros. Nele o Pará teve 1.615 casos confirmados, Rio de Janeiro: 937 casos confirmados; São Paulo: 660 casos confirmados; Paraná: 190 casos confirmados e Santa Catarina: 107 casos confirmados.

O estudo apresenta também que houve confirmação laboratorial de casos de infecção por sarampo em seis estados da região Nordeste, cinco da Norte, e três estados em cada uma das regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Entre as semanas epidemiológicas 1 e 21, de 29 de dezembro de 2019 a 23 de maio de 2020, o Brasil teve a confirmação laboratorial de 3.629 casos de sarampo, e outros 3.086 estavam ainda em investigação.

Em junho mortes já são o dobro

Dados da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informam que em 2020, de 1º de janeiro a 26 de junho, foram registrados 3.190 casos confirmados de sarampo no Pará. Já em 2019, de janeiro a dezembro, foram confirmados 403 casos.

Em relação às mortes, de 1º de janeiro a 26 de junho, a Sespa confirma que ocorreram dois óbitos por sarampo. Ainda no Pará, já em 2019, foi registrado uma morte por sarampo.

A Sespa informa ainda que a principal ação para conter o avanço da doença se dá por meio das campanhas de vacinação realizadas de acordo com o calendário do Ministério da Saúde. A imunização contra o sarampo em 2020 ainda não alcançou a meta de vacinar 3.485.894 pessoas. Até o momento, foram vacinadas 234.862 pessoas.

Sespa monitora surto no Estado

Desde o início de abril, a Sespa explica que montou uma sala de situação para o monitoramento do surto de sarampo. E, com apoio de uma consultora da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e do Ministério da Saúde, vem orientando e assistindo os municípios nas ações necessárias e passíveis de realização, conforme a evolução da pandemia.

"E agora, com os sinais de redução da covid-19, doença ocasionada pelo novo coronavírus, em algumas regiões, já trabalhamos em um plano emergencial de enfrentamento junto aos municípios", afirma a Sespa.

Doença, sintomas e transmissão

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, viral, transmissível, extremamente contagiosa. Pois uma pessoa infectada pode transmitir para até outras 18 pessoas que não estejam imunes.

Os sinais e sintomas iniciais do sarampo são febre, tosse persistente, irritação ocular e coriza. Em seguida, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés. Também pode causar infecção nos ouvidos, pneumonia, convulsões, lesão cerebral e morte.

A transmissão ocorre diretamente de pessoa a pessoa, geralmente por tosse, espirros, fala ou respiração.

A infecção também ocorre por meio de gotículas de secreções respiratórias (tosse, espirro etc.) com partículas virais no ar, que podem perdurar por tempo relativamente longo no ambiente, especialmente em locais fechados como escolas e clínicas. A suscetibilidade ao vírus do sarampo é geral e a única forma de prevenção é a vacinação.

 
 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira - PA
Atualizado às 22h52 - Fonte: Climatempo
29°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 34°

32° Sensação
9.8 km/h Vento
62.6% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (13/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Sexta (14/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio
Anúncio