Domingo, 24 de Outubro de 2021
93 991516680
Pará Crime

Suspeito de participar de execução de PM é morto no Distrito Industrial

PMs afirmam que o homem que vinha na garupa saltou da moto ainda em movimento e sacou uma pistola que trazia na cintura

27/09/2021 12h07
316
Por: Redação Xingu 230 Fonte: O LIBERAL
Suspeito de participar de execução de PM é morto no Distrito Industrial

Wellington Assunção dos Santos, de 32 anos, morreu em uma intervenção da Polícia Militar no bairro do Distrito Industrial, em Ananindeua. O homem teria reagido à aproximação de uma viatura da PM, sendo morto ao sacar uma arma de fogo na tarde do último sábado, 25. A ação policial aconteceu na rua Bom Sossego, perto da avenida Zacarias Assunção.

Segundo informações colhidas junto ao 29º Batalhão de Polícia Militar (BPM), uma viatura estava em rondas pelo bairro quando os policiais avistaram dois homens em atitude suspeita, montados em uma motocicleta preta, modelo Honda Titan. A guarnição se aproximou do veículo e, sem que qualquer ordem de parada fosse dada, os PMs afirmam que o homem que vinha na garupa saltou da moto ainda em movimento e sacou uma pistola que trazia na cintura.

Os policiais contam que se anteciparam à ação do homem e dispararam duas vezes, "neutralizando sua atitude delituosa que poderia ter vitimado membros da guarnição", nas palavras dos militares. Depois de ferido, o homem foi levado ao Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) em Ananindeua, onde foi constatado o óbito. Os policiais então foram até a Seccional Urbana da Cidade Nova para fazer procedimentos cabíveis e apresentar a moto usada na ação, a pistola usada pelo suspeito morto e o mototaxista que levava Wellington, que foi preso. 

Quando ainda estavam no hospital, os policiais que participaram da ocorrência fizeram um levantamento de informações sobre o suspeito, descobrindo que ele era conhecido como "Ronny", homem que seria "torre" - tipo de liderança - de uma facção criminosa que age no Estado, atentando contra a vida de agentes de segurança pública. Ainda segundo o 29º BPM, ele estaria envolvido. na morte do sargento Marivaldo, policial que atuava no sistema penitenciário e foi morte a tiros em Marituba, em julho deste ano. 

 

O batalhão informou ainda que levantou também que o suspeito seria o responsável por "disciplinar" outros criminosos no bairro do Distrito industrial, atitude praticada pela facção contra membros que não seguem as normas da associação criminosa, ou que possuam dívidas com o tráfico de drogas. O caso foi registrado na delegacia como morte por intervenção policial.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.