Segunda, 27 de Setembro de 2021
27°

Poucas nuvens

Altamira - PA

Pará Doença Haff

Saiba quais peixes estão mais associados a “doença da urina preta”

Sespa informou que o monitoramento dos casos é de responsabilidade dos municípios

11/09/2021 às 08h36
Por: Redação Xingu 230 Fonte: Confirma Noticia
Compartilhe:
Marcelo Moreira/Rede Amazônia
Marcelo Moreira/Rede Amazônia

O consumo de peixes do rio Amazonas foi suspenso em algumas cidades do Pará como, Vitória do Xingu e Juriti. A medida aconteceu depois de um “surto” da chamada Síndrome de Haff, conhecida como "doença da urina preta".

Em Juriti, está proibido, por tempo indeterminado, a venda e até o consumo dos peixes pirapitinga, pacu e tambaqui, os mais populares na região.

A doença é causada pela ingestão de pescado contaminado por uma toxina capaz de causar necrose dos músculos.

Outros sintomas da doença são decorrentes desse quadro, como dores e rigidez no corpo, dificuldade de respirar e a urina escura, e podem aparecer entre 2h e 24h após o consumo. "A hidratação é fundamental nas horas seguintes ao aparecimento desses sintomas", detalha a Sesma.

Em nota, a Sespa informou ainda que o monitoramento dos casos é de responsabilidade dos municípios e não informou sobre medidas a serem tomadas.

A substância não altera o sabor e nem a aparência do alimento. Outras espécies relacionadas com a doença são o peixe do tipo Arabaiana, Badejo e do Pacu Manteiga, além de crustáceos (lagosta, lagostim, camarão).

Sintomas

Ocorre extrema rigidez muscular de forma repentina, dores musculares, dor torácica, dificuldade para respirar, dormência, perda de força em todo o corpo e urina cor de café, pois o rim tenta limpar as impurezas, o que causa uma lesão na musculatura. A doença causa muitas dores musculares, lembrando a dengue, porém sem febre.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários