Segunda, 27 de Setembro de 2021
26°

Poucas nuvens

Altamira - PA

Pará Crime organizado

Gaeco oferece denúncia contra integrantes da cúpula do comando vermelho no Pará

Foram denunciados 11 integrantes da cúpula da facção criminosa Comando Vermelho atuante no Estado do Pará

09/09/2021 às 08h28
Por: Redação Xingu 230 Fonte: Confirma Noticia
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), por meio de seus promotores de Justiça, ofereceu duas denúncias criminais contra 11 integrantes da cúpula da facção criminosa Comando Vermelho atuante no Estado do Pará, todos ocupantes dos cargos de “Conselheiros Finais”, pela prática do crime de integrar organização criminosa.

A maior parte dos denunciados já teve sua transferência para presídios federais providenciada pela Secretaria de Estado para Assuntos Penitenciários. Os que ainda permanecem no Estado do Pará terão em breve o mesmo destino, encontrando-se no aguardo dos trâmites para a realização da transferência.

As denúncias oferecidas contra os “Conselheiros Finais” representa um enorme avanço no combate ao crime organizado no Estado do Pará e decorrem do dedicado trabalho desenvolvido pela Delegacia de Combate às Facções Criminosas, com o apoio do Gaeco/MPPA.

Por se tratarem de integrantes do “Conselho Final”, órgão de cúpula do CV no Pará, responsável por decisões que se relacionam inclusive com ordens para matar, o Gaeco entende que os denunciados devem responder como mandantes de todos os homicídios recentemente praticados contra policiais penais paraenses. O Grupo informou ainda que encaminhou um ofício para a Delegacia de Homicídios apresentando e descrevendo as evidências que os relacionam com os referidos delitos, a fim de que sejam indiciados nos inquéritos policiais correspondentes.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários