Segunda, 27 de Setembro de 2021
27°

Poucas nuvens

Altamira - PA

Altamira Conta de energia

Trabalhadores rurais terão mais acesso a descontos na conta de energia

Termo de cooperação assinado entre Equatorial Pará, FETAGRI e FESPA deve incluir mais trabalhadores na Tarifa Rural, que dá descontos de 12% na conta de energia

01/09/2021 às 15h17
Por: Redação Xingu 230 Fonte: Ascom/Equatorial
Compartilhe:
Trabalhadores rurais terão mais acesso a descontos na conta de energia

Na manhã desta quarta-feira (01), na sede da Equatorial Pará, em Belém, foi assinado um termo de cooperação técnica entre a distribuidora de energia, Federação dos Trabalhadores na Agricultura – FETAGRI e a Federação dos Sindicatos de Pescadores Artesanais e Aquicultores do Estado do Pará – FESPA. O termo deve proporcionar ações com o apoio das duas entidades para incluir trabalhadores rurais do Estado na Tarifa Rural de Energia Elétrica, que permite a redução em 12% na tarifa da conta de energia.  

 

Durante o evento, o presidente da Equatorial Pará, Marcos Almeida, falou sobre a importância da parceria. “Ao serem incluídos nesse benefício os trabalhadores terão 12% de desconto na conta de energia e isso pode proporcionar mais recursos para que eles possam investir em outras necessidades dentro do seu negócio ou atividade que desenvolvam. Então é muito importante ter o poio dessas entidades para captar esses cidadãos para a Tarifa Rural”, destacou Marcos.

 

Um levantamento feito pela distribuidora apontou que existem cerca de 200 mil famílias que podem ser incluídas na Tarifa Rural, mas ainda não usufruem de uma conta de energia mais barata. Já o número de beneficiados no Estado, chega a 205 mil. Com a parceria da empresa e as duas federações, haverá mapeamento desses potenciais clientes e até mesmo busca ativa pelos mesmos, por meio de ações em comunidades e visitas no domicilio com agentes da distribuidora. 

 

A Presidente da FETAGRI, Angela Lopes de Jesus, reforçou a importância social da iniciativa. “Essa é uma ação que vai beneficiar diretamente os trabalhadores e as trabalhadoras que estão no campo na diminuição do valor da energia que eles pagam na propriedade. Então nós transformamos isso em uma ação social, que vai beneficiar essas pessoas de forma objetiva”, disse Angela. 

 

Clésio Santana, presidente da FESPA, falou sobre o compromisso que a federação está assumindo. “Nós queremos oportunizar aos pescadores esses descontos tão bem-vindos na conta de energia. Isso com certeza é mais um incentivo à cadeia produtiva da pesca no Pará e todo mundo sai ganhando com esse benefício”, comemora Clésio.   

 

Como fazer parte do Programa - Para receber o subsídio na fatura de energia, é preciso que o imóvel seja localizado na área rural e que o titular da conta comprove o vínculo com a atividade rural. Se enquadram na categoria, trabalhadores que desenvolvam atividades agropecuárias a exemplo de:  plantio de cana-de-açúcar; cultivo de arroz, feijão, mandioca, milho, banana, abacaxi, coco-da-baía, laranja, algodão ou fumo e criadores de animais (bois, cabras, ovelhas).

 

É preciso da cópia do documento de identidade (RG e CPF) do titular da conta de energia e pelo menos um dos documentos abaixo:

 

- Carteira de Trabalho (CTPS)

- Carteira de associado do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do seu município;

- Comprovante de recebimento de benefício do INSS como aposentado na situação de trabalhador rural;

- Declaração de Aptidão (DAP) ao PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar).

 

Oportunamente o convênio também prevê a busca ativa da Tarifa Social de Energia Elétrica, onde as federações também poderão indicar as famílias rurais que estão inscritas no cadastro único e que não estão assistidas pela tarifa baixa renda, com esforço direcionado a melhoria da vida das famílias do campo. 

 

Dúvidas sobre a Tarifa Rural podem ser esclarecidas na Central de Atendimento no telefone 0800 091 0196 ou na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de cada município.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários