Segunda, 27 de Setembro de 2021
27°

Poucas nuvens

Altamira - PA

Saúde Saúde

Queiroga anuncia estudo de 3ª dose para quem tomou CoronaVac

Ministro da Saúde disse que não há dados sobre duração da imunidade desta vacina, o que justifica pesquisa

28/07/2021 às 12h55
Por: Redação Xingu230 Fonte: R7 - Livia Veiga, da Record TV
Compartilhe:

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta quarta-feira (28) que a pasta vai patrocinar um estudo de dose de reforço para indivíduos que tomaram a CoronaVac há mais de seis meses.

A pesquisa será feita com cerca de 1.200 voluntários e será coordenada pela professora Sue Ann Costa Clemens, coordenadora dos estudos da vacina AstraZeneca no Brasil.

Queiroga salientou que este trabalho não terá participação do Instituto Butantan, detentor dos direitos comerciais e da produção da CoronaVac no Brasil.

"Essa vacina nós não temos uma publicação na literatura detalhada acerca de sua efetividade", justificou o ministro em conversa com jornalistas. 

Trabalhos científicos recentes feitos no Chile e na China sugerem que há um declínio do título de anticorpos conferidos pela CoronaVac seis meses após a segunda dose.

Sue Ann acrescentou que serão "quatro braços" do estudo. Haverá quatro grupos, sendo que um receberá a terceira dose da CoronaVac. Os outros receberão reforços da Pfizer, AstraZeneca ou Janssen.

"Vamos comparar qual a vacina que dá o melhor reforço em relação ao título de anticorpos."

O estudo será conduzido em dois centros, em São Paulo e Salvador, e deve ter início em duas semanas, segundo a professora. O Conep (Conselho de Ética em Pesquisa) já deu o aval para o trabalho.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Veja também