Segunda, 21 de Junho de 2021 10:55
93 991516680
Altamira Operação Tapa Buraco

Prefeitura inicia tapa-buraco mesmo após justiça suspender licitação.

A licitante vencedora não apresentou contratos que comprovam a veracidade dos documentos apresentados.

10/06/2021 09h22 Atualizada há 1 semana
336
Por: Redação Xingu 230 Fonte: Confirma noticias
ASCOM/PMA
ASCOM/PMA

No anel viário, máquinas e funcionários da empresa vencedora da licitação para a operação tapa buracos, que tinha previsão para iniciar na primeira quinzena de junho, após uma série de reclamações sobre buraqueiras em vias do centro e até mesmo de bairros mais afastados. O problema é que o Tribunal de Justiça do Estado do Pará decidiu suspender os atos licitatórios do contrato entre a Prefeitura de Altamira e a empresa Borrachas e Mangueiras LTDA.

 

A empresa não entregou a declaração conforme solicitado, deixando de apresentar com a devida assinatura do responsável técnico e também com o reconhecimento da assinatura do mesmo.

 

A licitante vencedora não apresentou contratos que comprovam a veracidade dos documentos apresentados.

 

As obras de recuperação em trechos tomados por buracos têm duração de 12 meses e custarão cinco milhões de reais para os cofres públicos. 19 bairros estão na lista, mas segundo Jackon Dias, os Rucs ficaram de fora dela.

 

A Construtora Lorenzoni, empresa que concorreu à licitação, entrou com uma ação de mandado de segurança contra o ato do pregoeiro que não teria seguido a formalidade do edital e das leis de licitações. Após a decisão da justiça, a empresa informou que não iria se pronunciar publicamente.  Nós também entramos em contato com a empresa vencedora, Borrachas e Mangueiras Ltda, mas não conseguimos falar com o responsável. 

 

A buraqueira em Altamira é queixa entre os moradores, alguns por conta própria, decidiram tampar alguns buracos em vias movimentadas. Outra reclamação foi sobre o material utilizado pela prefeitura, antes do início da operação tapa buracos.

 

Em nota  prefeitura de Altamira, por meio da Secretaria de Obras, Viação e Infraestrutura - SEOVI, vem a público esclarecer que, assim como foi amplamente repetido durante todo o período do inverno amazônico, é inviável para o setor de obras atuar nas ruas e avenidas da cidade, com ações de recuperação, para a ‘operação Tapa-buracos’ vale a mesma recomendação, pois qualquer ação deve ser feita com responsabilidade técnica e ética.

 

Ignorar o clima e seguir com os trabalhos atrapalha ainda mais nosso operacional, pois teríamos uma ação que l, ao invés de solucionar, poderia trazer outros problemas, até maiores, pois na primeira chuva o material seria levado pela água e chegaria nas galerias, entupindo bueiros, causando alagamentos e a possiblidade de soterramento. 

 

A SEOVI informa ainda que para que a ‘Operação Tapa-buraco’ seja eficiente e de qualidade, é preciso contar com um clima favorável que faça com que o trabalho seja possível de ser realizado, tudo feito estrategicamente com máximo cuidado para que o trabalho e o recurso público empregado não sejam em vão, pois qualquer material que for utilizado nesse período, não consegue fixar no solo adequadamente por conta da umidade.

 

A SEOVI reitera que, assim que o clima for favorável, as equipes e as máquinas retornarão para as ruas e será dado andamento à maior operação tapa-buracos que Altamira já recebeu.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Altamira - PA
Atualizado às 10h49 - Fonte: Climatempo
30°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 32°

34° Sensação
7 km/h Vento
70% Umidade do ar
67% (9mm) Chance de chuva
Amanhã (22/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quarta (23/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio