Norte Energia
AbasteceAki 01
Operação

Polícia Federal começa a cumprir decisão de reintegração de posse em terra indígena no Pará

PF, com apoio da Força Nacional, do Exército Brasileiro, da FUNAI e do MPF, realizou operação de reintegração de posse em São Felix do Xingu/PA

01/10/2019 15h18
Por: Karina Pinto
Fonte: Ascom PF
475
Foto: Divulgação PF
Foto: Divulgação PF

A Polícia Federal cumpriu, ontem 30/09, a primeira parte da decisão judicial que determinou a reintegração de posse da Terra Indígena Trincheira Bacajá (porção sul), com a intimação dos invasores para que deixem a área no prazo de sete 7 dias, sob pena de multa diária de mil reais e retirada forcada.

A PF contou com o apoio da Força Nacional de Segurança Pública, do Exército Brasileiro, da FUNAI e do MPF, que acompanharam o Oficial de Justiça na diligência.

Um dos principais líderes do movimento, presidente da Associação Terra Prometida, foi identificado e auxiliou nas negociações que culminaram com a realização de uma reunião com dezenas de ocupantes da área para informá-los dos termos da decisão e consequências de seu não cumprimento. Quase uma centena de pessoas participou da reunião. Ao final, os presentes agradeceram a forma como foi conduzida a diligência e sinalizaram pelo cumprimento da decisão.

Um vereador de São Félix do Xingu, presente no local, fez uso da palavra e informou aos ocupantes que a prefeitura da cidade tinha conhecimento da situação e que providenciará meios para auxiliar na retirada de pessoas e pertences da invasão.

Ao final, o grupo foi alertado de que após os sete dias concedidos como prazo para a retirada voluntária, as equipes retornariam ao local para avaliação da situação e verificação do cumprimento da decisão judicial; e que eventuais invasores resistentes poderiam ser alvo de retirada forçada, além do pagamento da multa diária prevista.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários